Como escolher o tipo de fundação para a minha obra?

Todos Admiram grandes construções. A altura impressionante, a potência e a destreza que pilares e vigas dão aos locais nos deixam maravilhados, porém nos passa desapercebido uma parte que se não for o principal ponto de uma obra, é uns dos principais responsáveis por uma construção estar edificada: A fundação. Ainda hoje é possível encontrar muitas dúvidas e questionamentos relacionados a sua definição, construção e necessidade.
Então siga agora com a nossa leitura vamos entender um pouco mais sobre fundações.

O que é a fundação?

As fundações são elementos que têm por finalidade transmitir a carga de uma edificação para as camadas resistentes do solo sem provocar ruptura do terreno onde será executada a mesma.
São conhecidas também por alicerce e está divida em dois grupos, são eles: As fundações superficiais, rasas ou diretas, e fundações profundas. A diferença entre elas consiste basicamente na profundidade necessária para realizar o projeto.

Dentro dos grupos de fundações rasas, estão os blocos de fundação, que são caracterizados pelas formas geométricas quadrangulares e por trabalharem sobre à compressão, já são dimensionados para que as tensões de trações sejam resistidas pelo concreto.
Há também as sapatas que trabalham à flexão visto que são executadas em concreto armado, e os radiers, que recebem todas as cargas da construção e realiza a distribuição desse pelo terreno.

Já pelo lado das fundações profundas, as estacas, tubulões e caixões ganham destaque. Representado pelo grande comprimento a ser perfurados e seções transversais pequenas, as estacas são executadas por equipamentos e ferramentas grandiosos. Com o formato cilíndrico e a base alargada, os tubulões, assim como qualquer outro regimento da engenharia civil, é todo baseado em normas ABNT.
Já os caixões, tem sua definição de forma prismática, concretado na superfície e instalado por escavação interna.

Escolhendo o tipo de fundação para a minha obra

Fato importante para o início da obra é definir qual tipo de fundação utilizar. E essa resposta deve ser dada pelo engenheiro civil responsável pela obra.

A definição sobre qual fundação será a ideal está diretamente condicionada à análise do sistema de carga + nível do lençol freático + composição e resistência do solo (no caso é preciso verificar em qual terreno a edificação será construída). Para isso, além do projeto estrutural é imprescindível a realização de uma investigação geotécnica para analisar a composição do subsolo no terreno e contar com profissionais altamente capacitados, visto que qualquer erro ou descuido durante esse processo pode culminar em grandes gastos e até mesmo tragédias.

Analisar quais fundações foram utilizadas nas edificações do entorno podem servir como insumo complementar para entender o comportamento do solo local e indicar qual a fundação que melhor atenderá à questões de desempenho e segurança da edificação. É muito importante sempre toda atenção, pois o superdimensionamento de projetos resultam em maiores gastos, uma vez que a maioria das cobranças é realizada por metro linear executado, sendo assim quanto mais profunda a fundação, maior o custo.

Elegendo uma equipe com bons profissionais

A fundação como parte fundamental da construção da obra, incita em ter bons profissionais da área de engenharia civil. Uma equipe totalmente qualificada nessa etapa é capaz de gerir qualquer tipo de situação que possa vir a ocorrer no andamento do projeto, além de garantir o uso e qualidade de materiais e serviços compatíveis com cada fase do processo.

Profissionais e entidades qualificados para realização desse tipo de serviço, preveem o peso de móveis, pessoas e outros sobre um imóvel, definindo ainda um coeficiente de segurança no caso de forças intempéries e catástrofes naturais. Tudo isso só é descoberto através de cálculos exaustivos e quando estão equivocados podem causar danos ou a total destruição de um imóvel. É importante ter em mente que existem diversos tipos de engenheiros no mercado, cada qual com suas áreas especificas e funções.

Além dos engenheiros, outros profissionais qualificados e empresas do ramo de engenharia são de extrema importância para dar início ao processo de construção ou reformas.

Considerações finais…

Após descobrirmos e entendermos sobre fundações, suas definições e a importância na hora de escolher uma equipe de engenharia, estamos mais conscientes sobre essa parte tão crucial da obra. Esperamos ter acabado com algumas das dúvidas relacionadas à fundação e agradecemos a leitura, estamos à disposição para esclarecer qualquer dúvida.

Confira nossa categoria de obras industriais

Confira nossa Categoria: Obras Institucionais

Confira nossa página de Empreendimentos

 

Publicado dia 12/02/2020
31/01/2024

Quais os principais documentos para iniciar uma obra de construção civil? Confira agora!

Realizar uma obra de construção civil é um processo que envolve não apenas a execução física, mas também uma série de trâmites burocráticos. Em geral, há um padrão de documentos exigidos, mas dependendo da região em que a obra é […]

26/09/2023

5 tendências da construção civil para o ano de 2024

A indústria da construção civil vem passando por um período de evolução notável, impulsionada pelo desejo contínuo de aprimorar processos de edificação e implementar inovações na construção civil que atendam significativamente obras e reformas.  Cada ano traz consigo novas perspectivas […]

05/09/2023

Oportunidade de investimento imobiliário: conheça o Primordiale

O Primordiale é o novo formato de condomínio fechado em Lucas do Rio Verde/MT. O empreendimento foi incorporado e está sendo executado pela Construtora Yanagawa. Ele conta com infraestrutura completa que proporciona lazer, segurança, conforto e sofisticação na medida certa.  […]

FALE COM A GENTE

Somos uma construtora e incorporadora, nascida em Cuiabá no ano de 2010, com o propósito de atender demandas de obras comerciais, industriais e institucionais. Nosso objetivo é projetar e construir com alto profissionalismo e competência.